Sábado, 25 de Março de 2006

A verdade escondida

 

Durante anos tentei esconder dos outros (mas sobretudo de mim), os medos que me atormentavam. Eu própria os achava descabidos e indignos de uma pessoa como eu, e pura e simplesmente não acreditava ser possível que eles estivessem a crescer ao ritmo vertiginoso com que sentia que isso estava a acontecer. A verdade é que aos poucos fui ficando amarrada de pernas e braços, e comecei a fugir de situações que me começaram a parecer assustadoras, embora racionalmente eu soubesse que o não eram. Simplesmente o medo tornava-se tão forte, que nenhum argumento que eu evocasse para me acalmar, resultava. Sabia apenas que aquele polvo que me estava a envolver crescia a um ritmo vertiginoso, e foi com um esforço sobre-humano que consegui terminar o ensino secundário. Infelizmente, o esforço não foi recompensado. Não entrei no curso dos meus sonhos por uma décima. Foi então que perdi as forças que me restavam, e deixei que o polvo me envolvesse por completo. Dois meses mais tarde soube finalmente o porquê. Eu sofria de Transtorno Obsessivo-Compulsivo.

publicado por Incógnita às 22:21
link do post | comentar | favorito
|
Obstinada em encontrar-se... Dentro de si própria.

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.vasculhar

 

.posts recentes

. ...

. Epílogo

. Acordo Ortográfico

. Egolatrias

. .

. Tenho algumas dúvidas

. Cuidado com as palavras

. ...

. É amanhã, é já amanhã...

. É uma pessoa sortuda

.mais sobre mim

.links

.arquivos

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds