Segunda-feira, 19 de Junho de 2006

Ócio

 
Entardecer. Silêncio. Uma caneta e uma folha de papel. Branca. Tanto por dizer, tanto por escrever, e no entanto, a folha branca vai continuar assim. Límpida, clara, vazia, pura. O silêncio diz mais que as palavras. Sempre que se recorre a um símbolo fecham-se portas, estreitam-se caminhos. Na sua ausência tudo cabe. E assim, a folha branca, insuspeita, imaculada, grita, geme, implora o mundo, sem saber que na ausência de parte dele o contém na sua totalidade.
publicado por Incógnita às 21:42
link do post | comentar | favorito
|
Obstinada em encontrar-se... Dentro de si própria.

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.vasculhar

 

.posts recentes

. ...

. Epílogo

. Acordo Ortográfico

. Egolatrias

. .

. Tenho algumas dúvidas

. Cuidado com as palavras

. ...

. É amanhã, é já amanhã...

. É uma pessoa sortuda

.mais sobre mim

.links

.arquivos

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds