Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2007

...

Apesar de todo o sofrimento, de todo o desespero, e de toda a descrença que por vezes se apoderam de mim, sou obrigada a reconhecer que alguns aspectos positivos resultam do meu distúrbio.

A Ti:

Obrigada por todos os momentos de introspecção que me proporcionaste, por todas as horas de silêncio e de reflexão. Obrigada por teres iluminado algumas áreas obscuras do meu ser. Obrigada por me teres mostrado que existem sempre forças de reserva. Obrigada por me teres lixado os últimos anos, os últimos dias e as últimas horas.

Agora vai ver se eu estou na esquina, sim?

 

Atenciosamente,

A tua hospedeira.

publicado por Incógnita às 22:13
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Mae a 20 de Fevereiro de 2007 às 02:21
Grande Alma!
Gostei da tua capacidade de não deixares que roam os calcanhares.
FORÇA!
Beijo Grande.
Mãe
De Incógnita a 20 de Fevereiro de 2007 às 21:50
Obrigada**
De Joana a 21 de Fevereiro de 2007 às 00:32
Imagina que não tens distúrbio nenhum, que isso é coisa que não existe (se nunca fosses a um médico, nunca terias distúrbio nenhum). Imagina.
Agora: és como és. Assim. Sabes que a vida é um livro em branco que se pode encher com as mais variadas palavras, das mais variadas formas. És como és, sem distúrbio - que é coisa que não existe. "Oh, a minha adolescência foi tão triste por causa dele" é pensamento que não existe. "Os melhores anos da vida de uma pessoa são os da adolescência" não existe; ainda no outro dia se falou em Psicologia desta quase-máxima recorrente, citando-se um psicólogo social que a deitava logicamente (racionalmente) abaixo.
Basicamente, o cerne é o seguinte: podes ser quem quiseres. Não acreditas, é que podes mesmo! Se não estás a ser o que queres, é porque a vontade não é suficiente. Eu não estou a ser o que quero, mas sei que esta treta funciona como digo. Devias - deves - saber também. Não, não falo de Psicologia barata, de trazer no bolso. Talvez o desejo de introspecção, reflexão profunda seja maior.
Eu prefiro assim, mesmo que não me saiba propriamente bem.
Oh...
De Incógnita a 21 de Fevereiro de 2007 às 17:01
Eu sei como ninguém que tudo isso é verdade, Joana. O problema é que a solução não reside só na força. No meu caso, parte da solução reside exactamente em deixar as forças de lado... Algo que custa muito para alguém com a minha personalidade, mas que tento todos dias, e todos os dias com algum sucesso, felizmente. Acontece que de vez em quando cansa, porque afinal, estes problemas não tiram férias, e lutar dia, após dia, após dia... Manter acesa a chama da esperança dia, após dia, após dia, somando anos... Por vezes cansa...
E tu Joana, o que tens?
Sei que falas sobre algo que conheces na 1ª pessoa.
Um beijinho e obrigada pelas palavras de apoio.*
De Joana a 1 de Março de 2007 às 23:12
Desculpa não ter respondido antes; não sei ao certo porque é que não o fiz.

Para além de depressão, a única denominação que veio à baila foi "disformofobia". Eu procurei informação aqui pela Internet (porque não conhecia a palavra) e não sei se existe. A ideia é: medo de estar com os outros - principalmente os que não se vêem há tempo considerável -, ansiedade provocada pela impressão constante de que os outros estão a odiar a pessoa, o seu aspecto, etc.
Se não doesse tanto, se o mundo não fosse este, talvez fosse considerado futilidade. Talvez. É tºao profundo e desgastante.
De Incógnita a 2 de Março de 2007 às 22:25
Joana, compreendo que não tenhas respondido logo, e respeitaria a tua decisão se simplesmente não respondesses. Sei que é difícil falar. Sei que as coisas são mais complicadas do que à partida podem parecer aos olhos dos outros. E o que tens não é futilidade nenhuma, é um problema tão digno e merecedor de respeito quanto qualquer outro.
Repito para ti as mesmas palavras que me endereçaste:
"Podes ser quem quiseres."
Um grande beijinho.

Comentar post

Obstinada em encontrar-se... Dentro de si própria.

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.vasculhar

 

.posts recentes

. ...

. Epílogo

. Acordo Ortográfico

. Egolatrias

. .

. Tenho algumas dúvidas

. Cuidado com as palavras

. ...

. É amanhã, é já amanhã...

. É uma pessoa sortuda

.mais sobre mim

.links

.arquivos

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds