Domingo, 11 de Março de 2007

Dias não

Eu sei que este post chega atrasado, mas isso não significa que este seja para mim um tema de pouca importância.

Temos então (entre outros):

Dia Mundial do Braille

Dia Mundial da Liberdade

Dia Mundial das zonas húmidas

Dia Mundial do Doente

Dia Mundial dos Direitos do Consumidor

Dia Mundial da Meteorologia

Dia Mundial da Tuberculose

Dia Mundial dos Animais

Dia Internacional dos Deficientes

E há pouco tempo um partido político sugeriu a criação do dia nacional do cão.

 

Na verdade, nunca me senti discriminada ao longo da vida por ser mulher, nunca fui diferenciada, nunca me percebi menos digna ou inferior. Nunca encarei a humanidade como o somatório de duas partes distintas. Nunca, exceptuando uma data específica: o dia internacional da mulher, que em teimosia se repete todos os anos.

Porque neste dia insistem em oferecer-me folhetos com os meus direitos, como se eu pertencesse a uma classe recentemente promovida a um estatuto digno, que deve estar grata e baixar a cabeça em sinal de agradecimento sempre que se cruza com um homem.

Porque durante este dia eu me sinto como se o facto de eu poder viver livremente fosse possível apenas graças à boa vontade alheia.

Porque este dia serve para encher o ego masculino.

Porque é o dia da caridadezinha para com as senhoras, que coitadinhas, são tão bonitinhas e dão tanta corzinha ao mundo e são tão mal tratadinhas.

Porque os dias internacionais são úteis para lembrar causas importantes a quem detém o poder, e pelos vistos, as mulheres ainda não chegaram lá.

Porque em cada panfleto que me entregam, existe um desdobrável que me diz: sê humilde com quem te estende a mão.

Eu tenho asco ao dia da mulher, a quem o aplaude e às infelizes meninas e senhoras que o celebram.

O dia em que nos colocam ao nível de um cão e de uma bactéria que causa tuberculose.

publicado por Incógnita às 17:32
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Joana a 11 de Março de 2007 às 19:04
Foi incrível ler este texto. E óptimo (porque é mais uma pessoa que pensa...). Incrível porque ainda há dias teimava tanto nisso! Eu juro que ainda vamos acabar com esse dia. *
De PrincesaVirtual a 13 de Março de 2007 às 10:00
Sabes Incógnita...há uns tempos atrás uma pessoa disse-me que em todas as coisas (boas ou más) há sempre uma oportunidade de algo...
Ou seja podemos ver este dia de vários prismas...do teu que entendo (se bem que acho que é muito limitativo) e do meu (devem existir outros pontos de vistas mas que não posso discutir).
Eu aproveitei a oportunidade para mais uma vez tomar consciência que há tanto a fazer ainda... Há milhões de mulheres por esse mundo fora que adorariam escrever, o que escreveste no teu blog...
Porque no dia que isso acontecer ... então sim estaremos perante um mundo equitativo para ambos os sexos...
Desculpa-me a frontalidade :)

Tive o tempo e a oportunidade de ler alguns dos teus posts....gostei bastante da tua escrita!

Parabéns pelo blog :)

Cumprimentos
De Incógnita a 13 de Março de 2007 às 22:09
Não há nada a desculpar no seu comentário. Gosto de debater ideias e mau seria se tivéssemos todos as mesmas opiniões. Só na diversidade nos podemos enriquecer.
Eu sei que infelizmente, por este mundo fora, o que não falta são mulheres a quem não são reconhecidos direitos nem dignidade. A questão é que para além disto existem crianças (de ambos os sexos) a morrer à fome, ocorrem chacinas de inocentes (homens e mulheres), existe gente a morrer por ausência de cuidados médicos por aqui considerados básicos... Por tudo isto não concordo com o dia da mulher. Concordo sim, com a defesa a todo o custo da dignidade humana, sem género, em qualquer canto do mundo. Falar somente dos direitos da mulher, isso sim me parece limitativo, uma vez que ao tentar defender a mulher desta forma, corremos o risco de dar um tiro no pé, e de potenciar ainda mais a diferenciação entre sexos. Eu prefiro inserir esta causa e diluí-la no todo que é o desrespeito pelos direitos humanos.

Muito obrigada pela visita e pelos elogios.
Um abraço.
De Mae a 14 de Março de 2007 às 21:15
Concordo plenamente contigo, acho que hoje as coisas estão um pouco diferentes e que as coisas vão melhorar com as pessoas da tua geração, mas na verdade há ainda muitas mulheres que se anularam completamente por uma ou outra razão e que ainda há muito homem que vê a mulher como um adorno, muitos, acabam por não se aperceber e acabam eles adornados, mas conheço ainda muita mulher que sofre, mas também muito homem, e muita criança, acho que cada vez a sociedade está mais desumanizada, mais cruel, mas tenho muita esperança nos jovens.
N sei se gostas de animais... mas mando-te aqui um blog para divulgação.
http://bixinhosdabeta.blogspot.com/
Beijo Grande

Comentar post

Obstinada em encontrar-se... Dentro de si própria.

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.vasculhar

 

.posts recentes

. ...

. Epílogo

. Acordo Ortográfico

. Egolatrias

. .

. Tenho algumas dúvidas

. Cuidado com as palavras

. ...

. É amanhã, é já amanhã...

. É uma pessoa sortuda

.mais sobre mim

.links

.arquivos

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds