Quarta-feira, 11 de Abril de 2007

Não me sei

Deito-me sobre a erva, enquanto mordisco uma maçã e a saboreio de olhos fechados.

Cheira a alfazema e flor de laranjeira.

Imagino que as papoilas dançam à minha volta com a mesma brisa que me afaga o cabelo e me sossega, nesta planície simultaneamente deserta de gente e plena de vida.

Sinto a terra pulsar quente sob o meu corpo, e adormeço a lucidez e a razão ao toque apaziguador do sol  da Primavera, até que a noite fria me envolva e me lembre que não fui talhada para a eternidade.

 

publicado por Incógnita às 21:19
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De PrincesaVirtual a 14 de Abril de 2007 às 21:27
Que belo interludio primaveril :)

Uma boa semana ;)
De Madrigal a 15 de Abril de 2007 às 12:44
Querida amiga.

Poema muito bonito, com reminiscências sérias a Walth Whitman...

Um beijinho para ti. Gosto de te ler.

Jorge
De Jass a 16 de Abril de 2007 às 20:17
Não é a primeira vez que visito este "cantinho", mas é a primeira vez que aqui deixo a minha marca.
"Esbarrei" neste blog por mero acaso...e gostei!
Acredita que vou passar por aqui mais vezes.
Não sei quem és, mas dás-te a conhecer de uma forma inefável.

Fica bem

;)
De Incógnita a 18 de Abril de 2007 às 18:27
Princesa: vou ficar à espera de um convite para almoçar no terraço do castelo, bem juntinho às ameias...
;)

Madrigal: não tenho pretenções de qualquer ordem nos textos que escrevo, mas reminiscências a Walth Whitman... Assim fico mal habituada! Muito obrigada.

Jass: obrigada pelas visitas e comenta sempre que quiseres - adoro comentários! Um beijinho.
De Mãe a 18 de Abril de 2007 às 19:20
Olá Boneca, tinha acabado de reler o teu post, (venho cá todos os dias, gosto de te "ver"), este teu post transmite-me calma, imagino-me nesta paisagem criada por ti, a poder usufruir da natureza, como se todos os problemas nao exitissem, fui ao meu e vi a tua mensagem, corri a escrever-te, estou bem, sempre nervosa, ansiosa, a deixar que o coração mande mais do que a cabeça, como se estivesse para explodir a bomba atomica a qualquer momento, mas estou bem, continuo com esperança que as coisas possam melhorar, e que venha a paz, que tb pode chegar a qualquer momento.
Obrigada por escreveres.Beijo Grande para ti, e deixa sempre entrar o Sol na tua Vida.

Comentar post

Obstinada em encontrar-se... Dentro de si própria.

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.vasculhar

 

.posts recentes

. ...

. Epílogo

. Acordo Ortográfico

. Egolatrias

. .

. Tenho algumas dúvidas

. Cuidado com as palavras

. ...

. É amanhã, é já amanhã...

. É uma pessoa sortuda

.mais sobre mim

.links

.arquivos

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds