Segunda-feira, 1 de Maio de 2006

O Crime

Eça de Queirós não merecia o que a Sic fez com o seu Crime do Padre Amaro.

Se pensam que este é o rumo a seguir para que o cinema português ganhe um lugar ao Sol, é melhor que considerem como "lugar ao Sol" aqueles recantos mais resguardados dos clubes de vídeo. 

E já agora, um pedido pessoal: não metam os grandes nomes da literatura portuguesa ao barulho. É que, para medíocre, já basta parte da nossa produção de cinema, não vale a pena agora retirar estatuto às poucas coisas valor que temos, sim?

Está feito o pedido, para quem o quiser escutar.

publicado por Incógnita às 15:15
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Legionária a 12 de Maio de 2006 às 14:10
Sou uma apaixonada pela obra do Eça de Queirós e senti-me agoniada com o filme, sabendo-o baseado na obra. O filme em si nao é mau, mas baseado na obra é quase um ultraje, isto sou eu cas minhas mariquices, talvez, mas eu cas minhas cada um cas suas!lem do mais quem foi o responsável pela escolha dos actores??? oh meu deus!

Comentar post

Obstinada em encontrar-se... Dentro de si própria.

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.vasculhar

 

.posts recentes

. ...

. Epílogo

. Acordo Ortográfico

. Egolatrias

. .

. Tenho algumas dúvidas

. Cuidado com as palavras

. ...

. É amanhã, é já amanhã...

. É uma pessoa sortuda

.mais sobre mim

.links

.arquivos

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds